A Entidade 2 | Bicho-Papão? Eu tenho medo é das crianças!

Sexta-feira, tempo frio e chuvoso aqui em São Paulo, nada melhor do que curtir um bom filme de terror. E o filme da vez estreou no começo do mês, A Entidade 2.

O filme, como o próprio nome aponta, é uma continuação. Pra quem não lembra do primeiro filme, em A Entidade um escritor se muda para um lugar isolado com a família e acaba descobrindo uma caixa com filmes onde famílias são assassinadas. A partir daí, ele e sua família passam a correr muito perigo.

Além do Bicho-Papão em pessoa, o único elo entre os dois filmes é o agora ex-policial So & So (é esse mesmo o nome dele), interpretado por James Ransone. Amigo do protagonista do primeiro filme, agora sua principal atividade é tentar combater o mal, incendiando casas onde a entidade possa dar o ar da desgraça.

O Bagul é louco, cara!

A família vítima dessa vez é bem complexa. Courtney, vivida por Shannyn Sossamon, é uma mãe que está fugindo de um relacionamento abusivo junto de seus filhos gêmeos, Dylan e Zach, interpretados, respectivamente, pelos irmão Robert Daniel e Dartanian Sloan.

Sinister 2

Courtney e os filhos moram em uma casa isolada emprestada por uma amiga, e que foi cenário de uma misteriosa tragédia. Vai dar merda? Sim, vai dar muita.

Logo um dos meninos começa a ser assombrado pelas Paquitas do Capeta, ou melhor, pelas crianças que assassinaram suas famílias e agora auxiliam o Bagul (pra quem não sabe, Bagul é o nome do Bicho-Papão) em suas obras cinematográficas.

E aí, vale a pena?

A Entidade 2 Crianças

Olha, eu curti bastante. Já tinha gostado muito da história do primeiro filme, do fato de não ser exatamente a entidade quem suja as mãos na hora dos assassinatos, e este segundo filme deixa ainda mais claro qual é o procedimento do Bagul. Se compararmos com um outro filme que falei aqui, o A Forca, A Entidade 2 se destaca por não ficar somente naquela fórmula silêncio total + barulho infernal = susto. As mortes são bem pensadas e as cenas de assassinato das famílias são bem perturbadoras.

E você, já assistiu ao filme? Conta pra gente o que achou!

 

Comente!